BEM VINDO AO BLOG FONTES E FONTANÁRIOS

NÃO VAMOS DEIXAR MORRER AS NOSSAS BELAS FONTES

CONTRIBUAM COM FOTOS DE FONTES ESPALHADAS PELO NOSSO PAÍS PARA ESTE SITE PARA AQUI AS DIVULGARMOS
(enviem em formato jpeg com nome e local da mesma, vosso nome e blog para o seguinte email:
sandramcrocha@sapo.pt)

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Vale Pradinhos - Macedo de Cavaleiros

Aqui está a casa do "Zé Bento" da Telenovela "A Outra" da TVI.
Uma imagem que fixou bem conhecida.

Hoje vou falar de um vinho que internacionalizou uma aldeia, de uma estalagem que já acolheu tudo o que é Presidente da República e membros de Governo e de uma mulher que aposta tudo em Trás-os-Montes, mesmo não sendo transmontana.Muitos dos leitores já perceberam que estou a falar do vinho “Valle Pradinhos”, da Estalagem do Caçador, em Macedo de Cavaleiros, e de Antónia Pinto de Azevedo Mascarenhas, a empresária que gere a imagem e o sucesso deste dois verdadeiros ex-libris de Trás-os-Montes.A história é longa.

Tudo começa em 1913, quase que por acaso, durante uma das muitas caçadas que Manuel Pinto de Azevedo, empresário bem conhecido da cidade do Porto, realizava em terras transmontanas. Incentivado pelos amigos que sempre o acompanhavam, o bisavô de Maria Antónia Pinto de Azevedo Mascarenhas decide adquirir o Casal de Vale Pradinhos a uma família da região. E assim começam os investimentos da família Pinto de Azevedo no concelho de Macedo de Cavaleiros.A produção de vinho já era uma realidade, mas o rótulo mais antigo, que chegou aos dias de hoje, data de 1922. Volvidas várias décadas, Maria Antónia Pinto de Azevedo Mascarenhas fala da família com um orgulho indisfarçável e segue as pisadas do bisavô, que sentiu em Trás-os-Montes um amor à primeira vista. Tanto assim é, que a empresária faz parte da terceira geração de mulheres que tomaram as rédeas dos investimentos da família na região. Primeiro foi a avó, depois a mãe e, agora, Maria Antónia. “Não sou transmontana mas gosto muito disto”, confessa a empresária.

Consultem o texto na integra em http://www.diariodetrasosmontes.com/noticias/complecta.php3?id=6106

8 comentários:

  1. As fontes e fontanários são um património com tendência para desaparecer por vários motivos, nomeadamente a pressão urbanística. A ideia do teu blogue, por isso, é muito interessante.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Excelente foto.... a primeira!
    Adorei o contraste!!!
    O Outuno da-nos essas oportunidades!

    Beijos e desculpa a ausencia mas nao tenho tido tempo para nada....
    Nem para postar no meu blog!

    Obg pelo teu comento!
    ;-)

    ResponderEliminar
  3. Um tema que tem pano para mangas e que raramente tem destaque (janelas e portas é bem mais usual).

    Parabéns pela ideia e pelas fotos aqui colocadas!

    ResponderEliminar
  4. Fotos muito bonitas e um trabakho de pesquisa de louvar.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  5. Muito prazerozamentete se Deus assim o permitir, Estarei de visita a Vale de Pradinhos no princípio da semana que vem. Lá estarei com pessoas amigas, embora eu seja de Aveiro, já tive o privilégio de provar o bom vinho de Vale de Pradinho.
    Com carinho Fernando 03-09-2013

    ResponderEliminar

Obrigado pela visita e comentário